A nossa história

Três mães de crianças cegas conheceram-se na sequência de uma reportagem televisiva, realizada num centro de reabilitação que os seus filhos frequentam.   Nessa experiência, tiveram oportunidade de constatar que não existia uma associação formada por pais de crianças, jovens e adultos, cegos e com baixa visão, que as ajudasse a minimizar alguns dos problemas sociais pelos quais as crianças/ pais se deparam, bem como com alguma falta de especialização de técnicos na área da deficiência visual (que engloba a cegueira e a baixa visão).

Em junho de 2017, organizaram o 1º Encontro Nacional de pais, amigos e familiares de crianças e jovens cegos e com baixa visão onde apresentaram o seu projeto de constituição de uma Associação, que reuniu o apoio de pais de todo o País. Assim nasce a Associação Bengala Mágica, constituída formalmente em 20 de outubro 2017

Vários familiares e crianças sentados em roda numa atividade conjunta

A nossa experiência enquanto pais mas também os contributos, de amigos, familiares, profissionais, permitiu identificar algumas situações que exigem respostas mais eficazes e concretas.

Não pretendemos substituir outras associações ou recursos já existentes, mas sim, aliar os nossos esforços e os nossos conhecimentos e experiências para que possamos dar um contributo na melhoria das condições de vida das crianças, jovens e adultos com cegos e com Baixa Visão. Estes anos foram extremamente intensos e de muito trabalho. Procurámos acima de tudo dar resposta às necessidades identificadas e também consolidarmo-nos enquanto movimento associativo. Atualmente somos quase 120 associados o que muito nos honra enquanto Associação.